A resposta mais eficaz: Qual o tipo de texto presente em A Hora da Estrela

Conteúdo

Que tipo de texto e A Hora da Estrela?

Trata-se de uma obra instigante e original, de cunho autobiográfico, pertencente à Terceira Geração Modernista. É classificada como um romance intimista, também conhecido como romance psicológico, estilo em que a autora se destaca. Afinal, a obra de Clarice é marcada por suas emoções e sentimentos pessoais.

Qual a linguagem utilizada no livro A Hora da Estrela?

A linguagem narrativa de Clarice é, às vezes, intensamente lírica, apresentando muitas metáforas e outras figuras de estilo. Há, por exemplo, alguns paradoxos e comparações insólitas, que realmente surpreendem o leitor.

Qual o contexto da obra A Hora da Estrela?

Contexto histórico do livro “A hora da estrela”



A obra de Clarice é publicada, então, em plena ditadura militar, momento em que o trabalhador, o povo, era massa de manobra dos militares no poder. Macabéa e Olímpico são representantes desse povo sem instrução e ambição coletiva.

Qual o movimento literario do livro A Hora da Estrela?

Características da obra A hora da estrela



Publicado pela primeira vez em 1977, o mesmo ano da morte da autora, o livro faz parte da terceira geração modernista (ou pós-modernismo).

O que é o foco narrativo de uma história?

O foco narrativo designa o ponto de vista daquele que narra a história. Dessa forma, ele pode ser em primeira pessoa, isto é, quando pertence a uma das personagens (principal ou coadjuvante), e também pode ser em terceira pessoa, ou seja, quando não pertence a uma das personagens, localizando-se fora da história.

ES INTERESANTE:  Como se pode observar os astros?

O que é o narrador onisciente?

O narrador onisciente consegue acessar pensamentos e emoções. Por outro lado, o observador ou o personagem testemunha não tem essa capacidade.

Que tipo de discurso predominou para indicar as falas dos personagens?

O discurso direto reproduz fielmente as falas das personagens. Verbos como dizer, falar, perguntar, entre outros, servem para que as falas das personagens sejam introduzidas e elas ganhem vida, como em uma peça teatral.

Quem são os personagens que participam da história?

Temos três tipos:

  • o protagonista – também conhecido como personagem principal; (o herói, por exemplo)
  • o antagonista – personagem contrário ao protagonista; (o vilão)
  • os personagens secundários – conhecidos como coadjuvantes, aqueles que não fazem parte da trama principal.

É característica da obra de Clarice Lispector metalinguagem?

A obra é digressiva, porque não segue uma narrativa linear; é metalinguística pela contínua reflexão sobre sua própria estrutura; apresenta 13 títulos que se referem aos estados de espírito do narrador e desmistificam o poder centralizador de um só.

Onde e quando se passa a história?

O espaço da narrativa é o local onde ela se desenvolve. Ele pode ser físico ou mesmo psicológico. No primeiro caso, o local onde se passa a história é indicado seja uma fazenda, uma cidade, uma praia, etc. São classificados em espaços fechados (casa, quarto, hospital, etc.)

Em que tempo se dão os acontecimentos narrados?

Depende do texto que se lê. Se o texto lido tiver verbos no presente os acontecimentos serão do presente. Se o texto lido tiver verbos do futuro os acontecimentos serão do futuro.

Qual é a questão social abordada na obra A hora da estrela?

Já em A hora da estrela encontram-se de certo modo todos esses temas e questões abordadas nos dois romances mencionados, porém com uma diferença fundamental: aqui o problema da pobreza e da marginalização das classes sociais oprimidas aparece de forma explícita, configurado na personagem central do romance, Macabéa, …

Como usar Clarice Lispector na redação?

Clarice e possíveis temáticas de redação



As obras de Clarice são muito ricas, portanto, podem servir para sustentar argumentos da redação, principalmente, quando se tratam de assuntos como condições da vida da mulher, feminismo desigualdade de gênero e afins.

Qual é o tipo de narrador do texto?

Os tipos de narrador são o narrador personagem (em primeira pessoa), que participa da história; o narrador observador (em terceira pessoa), que apenas narra o que vê; e o narrador onisciente (também em terceira pessoa), que tem total conhecimento de personagens e fatos.

Qual é a tipologia do texto?

As tipologias textuais são textos orais ou escritos que possuem uma estrutura fixa e objetivos bem definidos: relatar um acontecimento, descrever uma pessoa, defender ou apresentar uma ideia, ensinar a fazer algo. Elas são classificadas em cinco tipos: narração, descrição, dissertação, exposição e injunção.

Como o narrador se apresenta no texto qual é o foco narrativo?

O narrador é aquele que conta a história. Foco narrativo e narrador são dois elementos literários indissociáveis. Isso porque é o foco narrativo que determina o tipo de narrador de uma história. Desse modo, uma narrativa que traz o ponto de vista de um personagem é narrada, portanto, por um narrador personagem.

Qual tipo de narrador crônica?

A crônica é um exemplo de texto narrativo em que geralmente quem conta a história é um narrador personagem. Em muitos casos, o narrador é o protagonista (personagem principal), recebendo o nome de narrador autodiegético.

ES INTERESANTE:  a melhor resposta: Quais eram as três forças essenciais do universo Brainly

Como saber se o texto está em primeira ou terceira pessoa?

– Narrador na primeira pessoa: é quando o narrador participa ativamente dos fatos narrados, podendo ser ou não ser o protagonista da história. – Narrador na terceira pessoa: nesse caso, o narrador funciona unicamente como um observador da história.

Como identificar o discurso indireto livre?

O discurso indireto livre é caracterizado pela junção dos discursos direto e indireto. Assim, há intervenções do narrador e da fala dos personagens. Nesse tipo de discurso as falas dos personagens e do narrador podem ser confundidas quando não existirem marcas para mostrar a mudança do discurso.

Como saber o tipo de discurso do texto?

O discurso direto pode ser entendido como a reprodução exata da fala de alguém. Já o discurso indireto ocorre quando o autor expressa com suas palavras a fala de outrem. Por fim, o discurso indireto livre é uma mescla entre o direto e o indireto.

Qual é o tipo de discurso?

Existem três tipos de discurso:

  • o discurso direto;
  • o discurso indireto;
  • o discurso indireto livre.

Qual é o tipo de discurso predominante?

Resposta. Indireto, pois é o narrador quem descreve as falas dos personagens e não há travessão, ou seja, precisão das frase correta que o personagem falou.

Qual é o narrador da história?

Narrador é aquele que conta a história. Ele pode fazer parte da história, ou apenas contá-la para o leitor. Quando o narrador faz parte da história, isto é, quando também é uma personagem, dizemos que é um narrador em primeira pessoa.

Quais são os elementos de um texto?

São eles:

  • personagens;
  • narrador ou foco narrativo;
  • acontecimento;
  • tempo;
  • espaço;
  • modo;
  • causa;

Quem é o protagonista da história?

A personagem principal é protagonista da história. Se houver uma personagem que se opõe à personagem principal, um vilão, por exemplo, recebe o nome de antagonista. O protagonista de um texto de ficção pode ter qualidades muito elevadas.

Qual o estilo de escrita de Clarice Lispector?

Seu estilo é conhecido como intimista, pois tematiza o psicológico das personagens, que, em alguns casos, passam por processos de epifania – uma espécie de reconhecimento de alguma verdade sobre si ou sobre o mundo.

Qual movimento literário Clarice Lispector?

Sua obra é conhecida pelo forte tom intimista e é inserida na última fase do Modernismo brasileiro. Clarice Lispector, grande escritora do Modernismo brasileiro. Clarice Lispector é considerada um dos principais nomes da literatura brasileira.

O que diferencia o texto de Clarice Lispector das narrativas tradicionais?

A peculiaridade da voz narrativa de Clarice mostra as reflexões existenciais do sujeito em crise e também uma técnica de construção do discurso muito presente na linguagem da escritora, o “fluxo de consciência”, no qual a personagem deixa de narrar para fazer reflexões acerca do próprio comportamento.

O que é a história texto?

História é a ciência que estuda as ações humanas ao longo do tempo. O trabalho do historiador inclui uma análise minuciosa dos documentos que permitem o estudo do passado. História é a ciência que estuda os acontecimentos passados e a ação do homem no tempo.

Qual é o sentido da história?

História é uma palavra com origem no antigo termo grego “historie”, que significa “conhecimento através da investigação”. A História é uma ciência que investiga o passado da humanidade e o seu processo de evolução, tendo como referência um lugar, uma época, um povo ou um indivíduo específico.

ES INTERESANTE:  Qual é o planeta mais quente

O apólogo é um texto narrativo dramático de curto tamanho que apresenta histórias fantásticas, vividas por personagens inanimados (elementos sem vida na realidade), com intuito de apresentar uma “lição de moral” ou uma “conduta de comportamento”.

Qual lugar e tempo em que se passa a narrativa?

Principais elementos da narrativa



Espaço: trata-se do local onde se passa a narrativa. As ações podem se desenrolar em um espaço físico, em um espaço social ou em um espaço psicológico.

Onde ocorrem os fatos narrados no texto?

Espaço – É o local onde acontecem os fatos, onde as personagens se movimentam. Existe o espaço “físico”, que é aquele que caracteriza o enredo, e o “psicológico”, que retrata a vivência subjetiva dos personagens.

Quais são as principais características da personagem?

Resposta: A personagem principal é protagonista da história. O protagonista de um texto de ficção pode ter qualidades muito elevadas. Pode ser forte, ou virtuoso, ou inteligente ou corajoso ao extremo.

Quem é o narrador da obra A Hora da Estrela?

Rodrigo S.M. é o narrador-personagem que conta toda a história. Ele é um escritor à espera da morte e ao longo da obra nos apresenta seus sentimentos e os da protagonista Macabéa, também apelidada de Maca.

Quem é a protagonista de A Hora da Estrela cite características da personagem?

Macabéa: Essa é a principal personagem. Trata-se de uma alagoana de 19 anos, muito desleixada, que vive sem a família no Rio de Janeiro. É muito ignorante e sequer reconhece a própria infelicidade. Olímpico de Jesus: Primeiro namorado de Macabéa.

Qual a representação da figura feminina na obra A Hora da Estrela?

O trabalho foca a obra da escritora Clarice Lispector, A hora da estrela que trata com bastante sensibilidade, por meio de sua personagem Macabéa, a realidade de milhares de mulheres brasileiras, mulheres essas excluídas, oprimidas pelas desigualdades sociais e, principalmente desigualdades de gênero.

Qual a temática retratada nas obras de Clarice Lispector?

As narrativas de Lispector costumam retratar situações cotidianas, aparentemente banais, mas que ganham dimensões muito profundas por intermédio de descrições psicológicas complexas e poéticas, marcadas, em geral, pela epifania, processo pelo qual a personagem compreende a essência de algo, vive uma espécie de …

Como é a prosa de Clarice Lispector?

A prosa intimista de Clarice Lispector inaugurou uma nova estética literária ao propor uma viagem ao consciente individual de suas personagens. “Se tivesse a tolice de se perguntar ‘quem sou eu?’ cairia estatelada e em cheio no chão.

Porque Clarice Lispector falava daquele jeito?

Que nada: ela falava daquele jeito porque tinha a língua presa. Clarice foi hospitalizada em 1 de novembro de 1977 e precisou ser operada na Casa de Saúde São Sebastião, no Rio de Janeiro.

Qual é a crítica social do livro A Hora da Estrela?

De maneira alguma, a autora sai do psicológico, do romance introspectivo que é sua marca literária, mas ela expõe a problemática social do Brasil e fala sobre a migração do nordestino, representado por Macabéa, e sua adaptação ao centro urbano do país.

Qual o desfecho do livro A Hora da Estrela?

No desfecho de A hora da estrela, de Clarice Lispector, a personagem Macabéa sofre um atropelamento, e morre.

Blog espacial