Parceiros

O Planetário de Vitória funciona, atualmente, por meio de uma parceria e convênio celebrado entre a Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e a Prefeitura Municipal de Vitória (PMV).

No âmbito da UFES, desde sua criação, o Planetário acha-se vinculado ao Centro de Ciências Exatas e ao seu Departamento de Física, incumbido de indicar o seu Diretor Técnico-Científico dentre os professores do Departamento atuantes na área da Astronomia e Astrofísica.

No âmbito da PMV, o Planetário acha-se subordinado à Secretaria Municipal da Educação (SEME), sendo considerado, atualmente, um de seus Espaços da Ciência, juntamente com a Praça da Ciência, a Escola da Ciência – Biologia e História e a Escola da Ciência – Física.

O Planetário também tem recebido importantíssimo apoio e financiamento para execução de seus projetos e atividades por parte de instituições públicas e privadas, dentre as quais cabe destacar:

Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (FAPES): apoio ao projeto “Difusão, Ensino e Aprendizagem de Astronomia e Ciências em Espaços de Educação Não-Formal e por Meio do Uso de Tecnologias de Informação e Comunicação”, a partir de 2009, e à realização do “I Seminário de Educação em Ciências do Espírito Santo: o Papel dos Espaços de Educação Não-Formal na Educação em Ciências”, promovido em 2005 pelo Planetário em parceria com os demais Espaços da Ciência da PMV (Praça da Ciência, Escola da Ciência – Biologia e História, Escola da Ciência – Física).

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq): apoio à realização da XI Reunião da Associação Brasileira de Planetários (ABP), realizada em Vitória, em 2006, e ao projeto “Elaboração e Aperfeiçoamento de Materiais Didáticos e Estratégias para o Ensino e Difusão Científica de Astronomia na Educação Básica.”, a partir de 2009.

Fundo de Apoio à Ciência e Tecnologia do Município de Vitória (FACITEC): apoio à realização da XI Reunião da Associação Brasileira de Planetários, realizada em Vitória, em 2006.

Companhia Siderúrgica de Tubarão (CST), atualmente ArcelorMittal Tubarão: apoio ao projeto “Informatização do Planetário de Vitória”, em 2004 e 2005, e à realização do “I Seminário de Educação em Ciências do Espírito Santo: o Papel dos Espaços de Educação Não-Formal na Educação em Ciências”, em 2005.

Companhia Vale do Rio Doce (CVRD): apoio à realização do “I Seminário de Educação em Ciências do Espírito Santo: o Papel dos Espaços de Educação Não-Formal na Educação em Ciências”, em 2005.